×

Projeto de Extensão “Guerreiros” da Facinor retorna atividades

Projeto de Extensão “Guerreiros” da Facinor retorna atividades
 
A FACINOR em parceria com a coordenação do curso de Licenciatura em Educação Física, retoma as atividades do Projeto “Guerreiros” no dia 13 de janeiro de 2015.
O projeto de extensão que tem como público alvo professores, acadêmicos e funcionários da FACINOR e comunidade de Loanda e região, tem como objetivo ofertar aulas prático/teóricas de Muay Thai e Jiu-Jitsu, fundadas em bases sólidas da história das artes marciais e princípios filosóficos e éticos, que deem visibilidade a ética, ao convívio pacífico e a solidariedade.
 O Muay Thai tem origem a mais de 2000 a.c. na Tailândia e sua cultura religiosa se confunde com suas práticas físicas. Isso porque a Luta do Muay Thai consistia em sua primazia, em uma dança em homenagem a vida. Sua prática era a forma de contar a visão tailandesa do surgimento do mundo como conhecemos, tornando-se, desta forma, um dos pilares da filosofia tailandesa. Com a globalização, o Muay Thai se expandiu pelo mundo, e hoje apresenta duas concepções: a ocidental, focada na preparação física e no combate; e a concepção tailandesa, baseada em princípios morais de respeito a família, aos ancestrais, aos professores e sensei. Atualmente, em suas práticas físicas, o lutador deve demonstrar a resistência fisica e domínio técnico.
O Jiu Jitsu, tem origem no Japão a 6.000 a. c. entre monges budistas que mediante o contexto colocado histórico, desenvolveram um conjunto de movimentos baseados em torções e projeções que não necessitavam do uso de força física, mais sim, de uma análise do adversário e a formulação de estratégia de luta que se pautava na imobilizar e na submissão do adversário  usando o seu próprio corpo como alavanca. No início do século XIX, Jigoro Kano mestre de Judô e Jiu-Jitsu, aprimorou as técnicas de luta, e as transmitiu Matsuo Maeda, mais conhecido como Conde Kuma, que foi responsável por divulgar o Jiu-Jitsu no Brasil. Hoje, o Jiu-Jitsu configura-se com três estilos bem delimitados sendo eles: Jiu-Jitsu Graice, Brasilian Jiu-Jitsu e o Jiu-Jitsu japonês.
Em seus fundamentos filosóficos, o Jiu-Jitsu defende a disciplina, determinação física e mental, a astúcia, a hombridade e o respeito ao próximo, e abomina a violência e o desrespeito ao próximo, por esse motivo, ficou conhecido como a “arte suave”.
A prática destas lutas (quando direcionadas e ministradas de forma correta), podem contribuir para melhor qualidade de vida, desenvolvimento óculo-motor, sensório-motor e percepção espacial.
Mediante estes pressupostos, o Projeto “Guerreiros” objetiva incentivar a prática de atividades físicas saudáveis, práticas socioeducativas como palestras em escolas e comunidades sobre a cultura tailandesa, Muay Thai e sobre lutas.
Os treinos de Muay Thai serão ministrados em 03 períodos, ás terças e quintas-feiras ás 16h30; 17h30 e as 18h30. As aulas de Jiu-Jitsu serão ministradas ás terças-feiras ás 21h.
Para o ano letivo de 2015, a FACINOR ofertará mais 40 vagas, para público variado: crianças, jovens e adultos. Os interessados devem procurar a secretaria da FACINOR, e fazer sua inscrição. Mais informações pelo telefone (44) 99947667, ou diretamente na secretaria da FACINOR.
A FACINOR agradece a participação da comunidade e acadêmicos, e ao coordenador do curso de Educação Física Eduardo Borba Gilioli, pela colaboração e participação no projeto.
 
Prof. Esp. Cássio Gomes
Prof. Rogério Batilani da Silva
Enfº. Erick Sato Miyoshi
 

Busca de Notícias